De Olho no Futuro

Os avanços tecnológicos impulsionam mudanças comportamentais. As previsões para 2020 apontam que os aparelhos telefônicos serão o principal meio de comunicação com a Internet em todo mundo; e que um computador de US$1.000 terá o processamento de um cérebro humano. Já, em 2050, um computador de US$1.000 terá o processamento equivalente a todos os cérebros humanos do planeta. 
As crianças de hoje serão os adultos desse futuro; elas precisarão se adaptar às novas realidades, lidando com a resolução de problemas, e utilizando essa tecnologia para imaginar novas soluções. Isso não quer dizer que estes jovens devam partir somente para a área da tecnologia ou ciências da computação. As habilidades para abstrair, compartimentar e sintetizar podem ser transferidas para qualquer área, e, com certeza, farão toda a diferença.
O mais importante de todas essas afirmações são essas questões: como preparar estas pessoas? Quais habilidades nossos estudantes precisam desenvolver para estarem preparados? 

Computação, criatividade, solução de problemas, pensamento crítico, comunicação e colaboração, ou simplesmente PENSAMENTO COMPUTACIONAL.